• 01 / Setembro / 2018

Insights são (muito) mais lucrativos que ideias

Insights e ideias

Tem dias em que a gente levanta da cama em busca daquela grande ideia, a  "the next big thing" que vai nos trazer muito dinheiro da noite pro dia. Hoje carro popular, amanhã Ferraris e iates.


Embora uma ideia em si não tenha lá muito valor (pois o que realmente pode fazer uma empresa crescer é a execução operacional), é importante não pensar em uma única ideia, mas buscar um insight sobre um mercado. A diferença básica é que em um insight você entende um movimento todo de tendências de mercado, e pode desenvolver múltiplas ideias e produtos para ele. Os insights são reveladores de tendências. Já quando você tem uma única ideia, ela geralmente tem um foco muito específico, o que acaba gerando um produto único, com pouco alcance e pouca margem para extensões e inovação. Um livro que fala bastante neste conceito é Better and Faster, de Jeremy Gutsche.


Entender um movimento de mercado é compreender, por exemplo, que as pessoas queriam cada vez mais conexões digitais com as outras, e criar uma plataforma de múltiplos negócios de publicidade em escala global, como o Facebook. Ou ainda entender que a sua missão no mundo é fazer negócios que ajudam outras pessoas, como é o caso da argentina TOMS, que vende sapatos, café, entre outros itens.


Os insights são reveladores de tendências.


Ter uma única ideia pode funcionar também - e muito bem. Veja os casos dos aplicativos relacionados ao mercado dos táxis, como a EasyTaxi ou 99taxis. Ambos ocupam posições milionárias. O problema é que existe o Uber. Essa empresa entendeu uma tendência de mercado, e pode criar múltiplos produtos para o transporte, todos dentro de uma mesma linha conceitual.


Muitas vezes os negócios não precisam ser os mais inovadores. Na verdade, existem estudos que comprovam que, em muitos casos, as empresas que "copiam" das mais inovadoras são ainda mais lucrativas. Mas eles devem possuir um espectro amplo o bastante para explorar todas as possibilidades da marca.


Quer ficar multimilionário? Procure entender as tendências do seu mercado, e pense em maneiras de desenvolver múltiplas soluções dentro do mesmo conceito. Escolha um mercado que você entende, e comece por aí.


Quando você conseguir, por favor me avise. Eu também estou tentando fazer isso :)

Tags:
Compartilhe esse conteúdo

Comentários